O lugar de mulher é onde ela quiser.

Ideia e roteiro do vídeo de introdução do show da artista, mentoria com planejamentos e ideias estratégicas para ter um alcance e uma personalidade forte no online.

O dia que o job virou um "challenge".

Eu estava com um planejamento do lançamento da próxima track da Samhara fechada.

 

 Ideias brilhantes, tudo redondo. A música é aquela batida que se você escuta na balada não tem como ficar parado. De repente: Coronavírus. E todo mundo ficou parado. 

Entre calls, reuniões, e-mails e dados chegamos a conclusão de que não íamos adiar o lançamento da música. Cabia a mim agora encontrar um storytelling novo.

Sentei na frente do computador com a música no repeat e pensei:

"Que história que podemos contar? Como uma música tão animada se encaixa nesse tempo de isolamento onde as pesquisas do Spotify mostram que o gênero que mais cresceu foi o Gospel?"

A faixa eletrônica tem poucas frases. Uma delas, que se repete é: I wanna see you dance. 

De repente uma luz acendeu: é isso. O que faz as pessoas dançarem em casa? Quem repete na cabeça dos jovens "I wanna see you dance" um dia após o outro? Ele mesmo, o Tik Tok. Sentei no computador e em cerca de 20 minutos escrevi a nova defesa da música. E para vocês entenderem, vou precisar explicar frase por frase da música.

Ela começa mais ou menos assim:

"I think i'm going crazy, I think i'm going mad. 

I don't know but I Keep talking to the voices in my head". 

Essa frase reflete a cabeça de qualquer jovem que está em casa há mais de 40 dias. Ele quer dançar, mas não faz sentido você dançar se não tem balada. 

Mas, incrivelmente, faz total sentido você dançar na frente de um celular para um aplicativo que edita seu vídeo e coloca seus efeitos maneiros.

E assim consegui junto com a Som Livre inserir a nova música no novo cenário que estamos enfrentando. A plataforma do Tik Tok abraçou a ideia, criando o challenge que leva o nome de #TrippinChallenge que hoje acumula mais de 1,4 milhões de vídeos na plataforma.

Essa movimentação fez com que a música tivesse mais de 8 mil plays no dia do lançamento e nos garantiu lugar em algumas das maiores playlists autorais do Spotify.